É necessário apresentá-la? Modelo internacional, Gisele Bündchen agora também é embaixadora do bem-estar e do relaxamento. Parece que da sofrologia também! 

Respiração: técnica chave da manequim

No vídeo que compartilhamos com você no final deste artigo, podemos descobrir Gisele Bündchen exaltando os méritos de respiração alternada. Um exercício conhecido por especialistas em bem-estar que nos lêem, talvez uma descoberta para novatos no assunto. Este método consiste em pressionar a narina esquerda, depois a narina direita, para circular um fluxo de ar alternadamente, ferramenta perfeita para lutar contra a ansiedade, a respiração alternada ajuda a acalmar a mente e ter idéias mais claras.

Uma vida agitada, depois um desejo de calma

Nascida em 1980 no Brasil, Gisele Bündchen se impôs muito jovem no mundo da moda ao iniciar desfiles com apenas 13 anos de idade. Sua notoriedade explode alguns anos depois, quando ela se torna uma das Victoria’s Secret Angels. Desde então segue uma carreira extraordinária. Ela desfila para os maiores nomes da moda e torna-se o rosto de muitas marcas. Sua notável carreira permite investir em várias causas humanitárias, em particular a luta contra a AIDS. Ela participa notavelmente de “eu sou africana” (I am african) e também posa de graça para American Express Red Card, uma iniciativa compartilhada com Bono (do grupo U2) para enviar fundos para vítimas de AIDS na África. É, portanto, naturalmente após essa vida agitada que ela se volta para ioga, meditação, relaxamento e defende o bem-estar. Ela compartilha suas técnicas hoje anti-stress lutar contra a ansiedade e forjar uma mente calma diante das turbulências que experimentou durante sua vida.

Sofrologia e celebridades, combina!

Cada vez mais popular, a sofrologia permite que eles gerenciem sua carreira com mais perspectiva, mantenham os pés no chão e concentrem-se no essencial. Portanto, é normal ver um aumento no número de pessoas, famosas ou não, recorrendo a esse método.

E você, você já tentou respiração alternada? Conte-nos sobre a sua experiência com este exercício no comentário do artigo ou em nossa página no Facebook.