Em uma competição, a preparação mental conta tanto quanto a preparação física!

Para um esportista profissional, existem vários critérios que podem distanciar o desempenho desejado: dor ou lesão, seu ambiente, mas também sua mente. Por mental, falamos de stress, pensamentos negativos, ansiedade, medo …

Os atletas devem gerenciar energia, descarga emocional e psicológica, táticas esportivas, precisão de gestos …

Publicidade

Entre as técnicas de preparação mental mais populares entre os atletas, temos a sofrologia!

Todas essas técnicas visam melhorar uma infinidade de aspectos: atenção e concentração, motivação, gerenciamento de emoções, estresse, incerteza, autoconfiança, melhor tomada de decisão e comunicação e coesão do grupo. Mas essa preparação também diz respeito a capacidades físicas, como gerenciar fadiga, dor, sofrimento e recuperação.

Hoje existem duas abordagens em torno da preparação mental. Uma é trabalhar no passado do atleta – entender a causa dos problemas – e o outro olha para o presente e o futuro do esportista, para desenvolver suas qualidades mentais durante as competições.

Os sofrólogos estão cada vez mais presentes nas equipes multidisciplinares que apóiam os atletas e isso há vários anos. Na França, um dos mais antigos embaixadores da sofrologia é o ex-tenista Yannick Noah que já praticava sofrologia para se preparar mentalmente para suas competições nos anos 90. Ele explica como a sofrologia permitiu que ele não apenas relaxasse, mas também antecipasse o que iria acontecer no jogo. E, é claro, que os benefícios das sessões também foram sentidos em sua vida privada!

E você, você já praticou sofrologia ? Conte-nos sobre sua experiência nos comentários ou em nossa página no Facebook!